Institucional


A De Criança Para Criança é Atividade Educacional que tem como principal objetivo dar voz às crianças, criando um diálogo direto, transformando a produção cultural e artística em desenho animado, ou seja, as crianças participam da construção de um episódio, criando a história, pensando nas mais diversas temáticas, escrevendo o roteiro, desenhando, fazendo a locução narrativa e utilizando as tecnologia.

O De Criança para Criança permite ao aluno, através de sua plataforma colaborativa, a produzir texto multimodal, uma vez que trabalha as modalidades verbal, escrita, plástica, visual, gestual e sonora, por meio de atividades lúdicas e significativas.

A plataforma colaborativa do De Criança para Criança, chamada Criando Juntos, permite aos alunos do Ensino Infantil e aos alunos dos anos iniciais Fundamental, aprimorarem as competências e habilidades necessárias para o exercício da criação, do ineditismo autoral e da cidadania, somando aprendizados que contribuirão para a formação de pessoas colaborativas, autônomas, criativas, inovadoras e éticas.

Entenda passo a passo os diferenciais e as contribuições da plataforma De Criança para Criança no espaço educacional.

 

TECNOLOGIA

ESCRITA

LEITURA

ORALIDADE

CRIANÇA

É a linguagem dos nativos digitais. Não há deslumbramento, mas uso em para realizar seu desejos. Nesse caso, seus desenhos saem da representação estática e ganham mobilidade.
Desenho, texto, narrativa, efeitos especiais e plataforma liberta do desenho da prisão do papel.

O lápis é uma varinha de condão. Com ele cria-se mundos, personagens, seres encantados, histórias fascinantes. Dá-se a vida, cria-se o deslumbramento. Escrever é puro prazer.
E uma história faz penar em outra. Uma boa personagem merece participar de novos episódios. Nascem heróis.

O mundo do encantamento, ser levado a conhecer seres estranhos, personagens surpreendentes. A leitura é via de acesso a mundos fantásticos ou mundos onde pessoas aprendem a conviver melhor. Posso escrever e dar a conhecer minhas ideias, mas posso assistir muitas ideias e então ler e conhecer ideias de outros.

A vontade e a dedicação para treinar a leitura oral até ter certeza de que os telespectadores gostem de ouvir uma boa história.
Isso existe?
Na plataforma, para ver um texto bem narrado, de forma dramatizada, o fazer muitas vezes é quase uma brincadeira.
E habilidades criadas na plataforma são para sempre.

EDUCADOR

Utilizar ferramentas de animação, desenhos produzidos por crianças ganham vida nas telas da plataforma digital.
Com a ciência da publicação e divulgação na Rede, os cuidados com o traçado, com a pintura, com o detalhamento da representação plástica, ganham cuidado e qualidade.

Produzir textos é um dos desafios da escola, ganham justificativas quanto ao:
- para quem;
- por quê;
- como.
Ligados à Rede, promovem avanços significativos no domínio da escrita dos alunos em curso espaço de tempo.

Ler para o outro e demonstrar compreensão. Saber utilizar a leitura oral dramatizada para envolver o telespectador. E a atenção para que a narrativa oral do texto agradem o autor, o narrador e o telespectador, renovam a disposição para fazer, rever, refazer e insistir até ganhar qualidade irreparável para a faixa etária.

Preparar a leitura oral para ser gravada e divulgada exige dedicação para cuidar do tom e volume da voz e clareza na pronuncia. A necessária repetição para o aprimoramento da pronuncia traz ganhos para os textos postados na plataforma e também para quaisquer outros textos. Há um ganho no refino da habilidade oral da criança.

A BNCC

Reconhece a tecnologia como recurso para ampliar as fronteiras de divulgação de texto imagem, tornando-os mais atrativos aos olhos do leitor.

Aplica corretamente a revisão ortográfica, com ou sem a ajuda do professor. Elabora e escreve textos respeitando as regras do registro da língua materna e normas de pontuação.
Participa da elaboração de textos coletivos.

Localiza informações explícitas em diferentes textos. Percebe assuntos/temas tratados em textos de diferentes gêneros.
Compreende textos usando estratégias de compreensão.

Utiliza a oralidade de maneira respeitosa com o interlocutor e conhecendo as regras de cortesia. Relaciona fala e escrita, tendo em vista a apropriação do sistema de escrita e as variantes linguísticas.

 

CRIATIVIDADE

DESENHOS

VALORES

EXPERIÊNCIA COLABORATIVA

EMPREENDER CONTEÚDO

CRIANÇA

A oportunidade de inventar novos mundos, e ao mesmo tempo, aprender a encontrar um modo de mostrar como podemos aprender com as diferenças entre as pessoas. Usar imagem e texto para ajudar a vencer o preconceito. Usar a criatividade em função de muitos.

A folha de papel, uma boa ideia, os traçados, as cores, a busca por mais capricho e precisão nos traços. Parece chato? Não!! É puro prazer, uma vez que o que está sendo feito irá correr o mundo e ganhar vida com a ajuda da tecnologia.

O amigo de todos é aquele que aprende a acolher e a conviver. Valorizar escolhas que revelem respeito, solidariedade, cuidado e simplicidade.
Tudo isso está em formato de desenho produzido por crianças para ilustrar suas histórias. O que é importante feito de um jeito bem legal.

O desenho e a escrita feitos juntos. Aprender a escrever junto, a desenhar junto, a narrar uma história, mesmo que a ideia seja de outra criança. Colaborar com uma das partes da produção. Colaborar é fazer junto para ver a história pronta e publicada para todo o planeta. Aprender a fazer, fazendo.

O que incomoda, o que precisa ser dito, o que precisa ser ensinado, o que precisa fazer a gente a pensar. Observar necessidades, produzir histórias e publicar na plataforma é um caminho para dividir muitos pensamentos e possibilidades com pessoas dos mais variados lugares do planeta.

EDUCADOR

Desenvolver criatividade exige trabalho, dedicação para conhecer diferentes técnicas, recursos, desenvolvimento de novas habilidades.
A criatividade que a participação em uma plataforma colaborativa instrumentalizará a criança para utilizar sua criatividade em outras circunstancias. Onde o texto, a expressão plástica, o som e a imagem estarão interligadas.

Desenhar é utilizar-se de instrumento de comunicação que está na pré-história da escrita. Contar histórias, registrar sentimentos, utilizar a linguagem que traduza em imagens a forma de pensar e sentir do aluno.
O desenho visto como linguagem e assim ser tratado pela crianças que a utiliza e pelo adulto de orientar técnicas que promovam sua compreensão, clareza e intencionalidade.

Trabalhar com valores sem didatizar ou dar às questões relativas à formação do aluno uma conotação de artificialismo. Os Valores são trabalhados nos contextos da emergência das situações cotidianas que são reladas pelos alunos. Situações reais são dadas à reflexão e novas ações são propostas. Porque trabalhar valores exige-se tempo para pensar entender o que mudar.

Saber fazer é importante. Saber fazer junto e de maneira colaborativa torna-se um desafio dobrado. É essa a experiência proposta pela plataforma.
A divisão de tarefas por demanda leva à experiência da escolha e também ao compromisso gerado pela necessidade. Descobrir que o fazer junto dá trabalho e, reconhecer que o ganho de qualidade dá prazer.

Aprender a produzir conteúdos que gerem uma reflexão em cada pessoa. Que por sua vez, leva a uma interferência social que busque contribuir para uma melhor convivência entre os seres vivos.
Isso é sair da esfera do escrever texto para a esfera do empreender conteúdo. Ideias que transcendem o registro do texto para carregar a necessidade de mudança de postura gerada pela reflexão, seja do seu registro, seja da sua leitura.

A BNCC

Expressa ideias, sentimentos, opiniões por meio de desenhos, textos, som.

Analisa os elementos que compõem as imagens. Descrever imagens. Expressar opinião sobre as imagens. Desenhar de acordo com propostas feitas.

Expressa oralmente seus desejos, sentimentos, ideias e pensamentos.

Analisa e reconhece que as pessoas têm diferentes pontos de vista. Com isso, propõe a convivência respeitosa e equânime.

Cria episódios que possibilitam descrever como podem participar da vida social, por exemplos, tratando de crianças portadoras de alguma deficiência.

Saiba mais sobre a relação do De Criança Para Criança com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Faça o Download do pdf.